Você sabe a importâncias dos ácidos graxos essências ômega 3 e ômega 6 na alimentação do seu pet?

Ômega 3 & 6 – Pele e pelo mais saudáveis, e muitos benefícios para o  sistema imune do seu pet

As séries com interesse no tratamento de enfermidades cutâneas são a ômega 3 e ômega 6. As algas sintetizam grandes quantidades de ácidos graxos ômega 3, e como consequência, a maioria dos animais marinhos contêm concentrações elevadas destes ácidos graxos em seus tecidos. Além de grãos como a linhaça, também são fontes destes ácidos graxos.

Em cães a deficiência de ácidos graxos essenciais (AGE) resulta em pelo seco, opaco e desenvolvimento de lesões cutâneas. Ao longo do tempo, a pele torna-se gordurosa, pruriginosa e suscetível a infecção. A mudança nos lipídeos superficiais da pele altera a flora bacteriana normal e predispõe às infecções secundárias. Além disso, tem sido descrito descamação epidérmica, exsudados interdigitais e otite externa em cães com deficiência de AGE (Vasconcellos e Felssner, 2017). Em gatos, a deficiência de ácido linoleico origina sinais semelhantes.

A maior parte dos benefícios recentemente atribuídos aos ácidos graxos poliinsaturados (AGP) relacionam-se a seus efeitos sobre a produção de eicosanoides, que são substâncias biologicamente ativas, oriundas da biotransformação dos AGP pelas enzimas cicloxigenases (CO), lipoxigenases (LO) e citocromo-p-450-redutase. A administração de certos tipos de óleos de peixe e outros compostos que contêm níveis de ácidos graxos n-3 como o ácido eicosapentanoico (EPA), parecem constituir um tratamento efetivo para alguns cães e gatos com diversos tipos de dermatite alérgica.

Pensando nisto a Sampat incluiu em todos seus petiscos ingredientes para favorecer o consumo desses ácidos graxos pensando no benefício nutricional, a Sampat se preocupa sempre em ofertar alimentos ricos e nutritivos aos nossos amiguinhos pets.

Dra Geruza Silveira Machado, Zootecnista. 

Relacionados

Especialistas

Ozonioterapia para Pets

É o método que utiliza o gás Ozônio (O3) em sua forma medicinal para fins terapêuticos. Uma das suas principais características é a biocompatibilidade com

Deixe um comentário